User Online
Secretaria da Agricultura comemora avanços da pecuária leiteira no Dia Mundial do Leite

A Secretaria do Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária comemora, neste, 1º de junho, Dia Mundial do Leite, os avanços significativos da pecuária leiteira tocantinense.  Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), no período de 2005 a 2015, a pecuária leiteira teve um aumento 46,59%. De acordo com o Instituto, em 2015, o Tocantins possuia um rebanho de 468 mil cabeças de vacas ordenhadas, produzindo 323 milhões de litros de leite.

A melhoria dos índices produtivos, nos últimos anos, é decorrente dos incentivos do governo do Estado, principalmente do Programa de Melhoria Genética dos Rebanhos, utilizando a técnica de Inseminação Artificial por Tempo Fixo (IATF), os programas Pro-Genética e Pró-Fêmeas e os cursos mensais de inseminação artificial realizado no Centro Agrotecnológico de Palmas.

Só este ano, até o mês de maio, foram protocolados 700 matrizes, em 20 municípios tocantinenses através do Programa de Melhoria Genética dos Rebanhos.  De 2011 a 2017 foram realizados 17.962 protocolos, em torno de 950 produtores em 63 municípios tocantinenses.  

Segundo a diretora de Políticas Públicas para Pecuária, Érika Jardim, estes dados comemorativos são frutos das ações direcionadas ao aumento da produção leiteira. “Para tanto, a Secretaria busca priorizar a produção leiteira com diversas atividades voltada para democratização da cadeia produtiva do leite, entre capacitações, cursos e ações inseridas no planejamento estratégico da Câmara Setorial do Leite, visando o aumento do rebanho e a produtividade do leite”, argumentou.

Produtividade

A tecnologia utilizada na melhoria genética proporciona um aumento médio de, no mínimo, 5 litros de leite a mais por animal, melhorando a ordenha diária, contribuindo de forma significativa no aumento da produtividade e rentabilidade do rebanho, totalizando anualmente cerca de quatro milhões de litros de leite.

Chuvas

A Diretoria de Políticas Públicas para Pecuária estima que, com a regularidade do período chuvoso deste ano, espera se um aumento mínimo de 10% na produção de leite no Estado.

Região

O município de maior produção de leite é Araguaína, região Norte do Estado. Atualmente são 81 laticínios localizados em vários municípios do Estado, sendo 57 com Serviço de Inspeção Municipal (SIM), 14 com Serviço de Inspeção Estadual (SIE) e dez com o Serviço Inspeção Federal (SIF). No geral, a maior concentração dessas agroindústrias está nos municípios de Araguaína, Colméia e Augustinópolis. A produção de derivados, ainda é tímida, produzindo leite pasteurizado, queijo e iogurte.  

Fonte: Elmiro de Deus/Governo do Tocantins
Data da Postagem: 02/06/2017
  • Publicidades
  • Publicidades
  • Publicidades
  • Publicidades
  • Publicidades
  • Publicidades
  • Publicidade
  • Publicidade
  • Publicidade
  • Publicidade
  • Publicidade
Copyright © 2011. GURUPI ON-LINE - Todos os direitos reservados.